Radiotherapy plus Cetuximab for Squamous-Cell Carcinoma of the Head and Neck

Compartilhe:

Programa de Residência em Cancerologia – Famed – UFU

Residente responsável pelo artigo: Deborah Nogueira Couto – R1 de Cancerologia clínica
Módulo: Câncer de Cabeça e Pescoço – Responsável Dr. Glauco Costa Silveira

Coordenador da Residência em Cancerologia – Dr. Rogério Agenor de Araújo
Título do artigo: “Radiotherapy plus Cetuximab for Squamous-Cell Carcinoma of the Head and Neck”

Data da apresentação: 15 de julho de 2016

Publicação: N Engl J Med 2006;354:567-78.

Resumo                                                                                                                       É um estudo internacional, Fase 3, randomizado, cujo o objetivo foi o de avaliar o efeito da associação do Cetuximabe à Radioterapia em pacientes com doença locorregionalmente avançada no Câncer de Cabeça e Pescoço. Para tanto, os pacientes foram randomizados em dois grupos. O primeiro recebeu Radioterapia (RT) exclusiva (com intenção curativa) e o segundo, a Radioterapia associada à terapia com Cetuximabe.

Endpoint Primário foi a duração do controle locorregional.

Endpoints Secundários: Sobrevida Global, Sobrevida Livre de Progressão, Taxa de Resposta e Segurança.

Resultados mostraram que a duração do controle locorregional foi significativamente maior no grupo submetido à terapia associada, com a diferença de 24.4 meses para 14.9 meses (HR 0,68 p=0.005). Em 54 meses de seguimento, a sobrevida global também apresentou relevância estatística (p=0.03) favorecendo o grupo que utilizou o Cetuximabe (49 meses X 29.3 meses). O risco de progressão da doença foi menor no grupo submetido a RT associado ao Cetuximab (p=0.006) e houve melhor taxa de reposta também para este grupo (74% X64%. p=0.02). O Cetuximabe não exacerbou os efeitos adversos relacionados à Radioterapia, sendo bem tolerado ma maioria dos casos e diferindo do grupo controle apenas quanto à incidência de rash acneiforme. Os resultados encontrados com relação ao uso dessa terapia foram importantes e, ainda, associados a efeitos adversos não proibitivos.

Conclusão: estudo concluiu que a associação de cetuximabe com RT é superior à RT isolada e representa uma opção terapêutica para pacientes com Câncer de Cabeça e Pescoço locorregionalmente avançado. Entretanto, vale ressaltar que estudos comparando esse regime proposto com um regime de RT associado à Quimioterapia são necessários. O tratamento de cada paciente deve ser discutido diante dos estudos e dados já disponíveis, individualizando cada caso.

Opinião da equipe: como relatado na conclusão do próprio artigo falta um novo estudo comparando a cetuximabe com o tratamento padrão, que é a cisplatina, concomitante à radioterapia. Enquanto isso sugerimos manter a radioterapia associada a cisplatina neste grupo de pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *