Grupo Luta Pela Vida está novamente entre as 100 melhores ONGs e é o destaque na Saúde

Compartilhe:

Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo Luta Pela Vida é reconhecido como uma das 100 melhores ONGs do Brasil na maior premiação do terceiro setor brasileiro, promovido pelo Instituto Doar, Rede Filantropia, O Mundo Que Queremos e apoio técnico da Fundação Getúlio Vargas.

O anúncio que aconteceu no dia 18 de novembro, no Teatro J. Safra, em São Paulo, trouxe mais um reconhecimento para a instituição. Além de estar no ranking do prêmio das 100 melhores ONGs do Brasil 2019, o Grupo Luta Pela Vida foi agraciado com o troféu destaque de Melhor ONG de Saúde do país.

A premiação do Melhores ONGs está em sua terceira edição e tem como missão divulgar as ONGs brasileiras que mais se destacam pela transparência e gestão nas suas atuações. De acordo com os responsáveis pelo prêmio, o Brasil atualmente conta com cerca de 300 mil ONGs e essa iniciativa serve para reconhecer as organizações e mostrar para a sociedade as melhores instituições para apoiar.

O processo para a escolha é dividido em cinco temas: causa e estratégia de atuação; representação e responsabilidade; gestão e planejamento; estratégia e financiamento; comunicação e prestação de contas.

Por seguir esses padrões, o Grupo Luta Pela Vida conquistou novamente o espaço entre as melhores ONGs do país e é o destaque pela primeira vez com o prêmio de melhor ONG de Saúde. Para Renato Pereira, presidente do Grupo, estar por mais um ano nessa premiação é motivo de muito orgulho e satisfação. “Levantamos o troféu representando todos que acreditam no nosso trabalho e o faz acontecer. Ser reconhecido entre as 100 melhores ONGs do país, de forma consecutiva, é uma grande responsabilidade e foi uma imensa satisfação ganharmos também destaque na área da saúde, sendo eleita a melhor ONG do país no segmento”, enfatiza.

O presidente ainda ressalta que essas honrarias consolidam a instituição no seu setor de atuação e mostra que o Grupo Luta Pela Vida está no caminho certo para fazer a diferença no combate ao câncer.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *