Hospital do Câncer lança campanha de carnaval com marchinha de prevenção

Compartilhe:

O Carnaval 2018 está chegando e por isso o Grupo Luta Pela Vida acaba de lançar a Campanha de Prevenção Folia Pela Vida. O objetivo da ação é conscientizar a população para que aproveitem o período com alegria, mas sem esquecer dos cuidados essenciais em prol da vida, com foco na prevenção do câncer do colo de útero e câncer de pele.

A grande novidade da campanha é uma marchinha criada pelo compositor Gilmar Batista que será veiculada em rádios da cidade e eventos, como festas e bailes de Carnaval. A marchinha reforça a importância do uso da camisinha, uso do protetor solar, cuidados com a alimentação e hidratação.

Segundo a supervisora de marketing do Grupo Luta Pela Vida, Virgínia Silva, a ação foi pensada para falar diretamente com o público que está em ritmo de folia, “A marchinha foi criada para animar os foliões e levar informações simples de prevenção, mas que são muito importantes, visto que as pessoas não devem se esquecer dos cuidados essenciais durante o período da festa”, ressalta Virgínia Silva.

HPV
O uso da camisinha além de prevenir contra doenças sexualmente transmissíveis, também ajuda a diminuir a contaminação pelo HPV (Papilomavírus Humano), um dos fatores de risco para desenvolvimento de alguns tipos de câncer, o que mostra a importância do uso do preservativo.

O HPV trata-se na verdade de mais de 150 tipos diferentes vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Desse total, cerca de 40 tipos podem infectar o trato ano-genital. A infecção pelo HPV é frequente e na maioria dos casos regride de forma espontânea. Entretanto, em um pequeno número dos casos em que a infecção pode persistir, especialmente nos casos em que o tipo viral do HPV é oncogênico (com potencial para causar câncer), em que podem se desenvolver lesões que se não forem identificadas e tratadas, podem progredir para um câncer, principalmente o colo de útero, vagina, vulva, ânus, pênis orofaringe e boca.

CÂNCER DE PELE
O câncer de pele é o tumor mais frequente na população brasileira. O principal fator causador desse tipo de câncer é o excesso de exposição cumulativa ao sol e, por isso, é recomendada atenção para a exposição ao sol fora dos horários de maior intensidade de radiação, assim como o uso de filtro solar e proteção física (uso de chapéu com abas largas, óculos de sol e o uso de roupas com mangas longas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *