História

digitalizar0006 EDITADAUberlândia, década de 90. Em uma pequena casinha alugada no bairro Umuarama, próximo ao Hospital de Clínicas da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), acontecia o atendimento aos pacientes com câncer vindos de Uberlândia e de toda a região. Se lutar contra a doença em si já não é algo simples, o dia a dia do tratamento naquele local também não era fácil. A estrutura era muito precária, os leitos para atendimento eram apertados e muitas vezes crianças e adultos eram atendidos no mesmo ambiente. O espaço para a realização da quimioterapia também era pequeno. A sala de espera ficava na varanda da casa, improvisada com cadeiras antigas. Cada cômodo tentava ser transformado em uma estrutura que parecesse um hospital preparado para atender quem lutava contra o câncer, mas no fim o atendimento ainda era muito precário para dar assistência a quem muitas vezes lutava pela vida.

varanda casinha hospital do cancer uberlandia Para algumas pessoas, esse cenário incomodava. Acompanhantes que estavam ao lado de quem amavam, médicos diante de seus pacientes e outras pessoas que conheciam aquele cotidiano sabiam que aquela realidade não podia continuar. Mas, o que fazer? Como poder ajudar todas aquelas pessoas? Tratar o câncer é tão caro, como encontrar os recursos?

Apesar de todas as perguntas com respostas difíceis, aquelas pessoas incomodadas com o atendimento oferecido decidiram que o melhor era agir e transformar aquilo que viam. Da indignação com a realidade e na esperança de um futuro melhor para quem lutava contra o câncer é que nascia, em 1996, o Grupo Luta Pela Vida. No início o Grupo era ainda bem pequeno, mas cheio de garra: o engenheiro Clóvis Albuquerque, que acompanhava sua esposa na luta contra o câncer; o jovem médico oncologista Rogério Araújo, recém-chegado à Uberlândia para trabalhar; o veterinário Fernando Ferreira, acompanhava a luta de sua filha contra a doença. Aos poucos os amigos, familiares e colegas de trabalho daqueles que já estavam no Grupo foram contagiados pelo propósito de ajudar o próximo. Em pouco tempo o Grupo cresceu, as forças para trabalhar foram ficando cada vez mais fortes. Mas a pergunta vinha: o que podemos fazer para melhorar o atendimento dos pacientes oncológicos? Precisamos de um Hospital próprio!

Sim, claro! O Hospital do Câncer em Uberlândia! Vamos fazer toda a estrutura para receber quem está em tratamento. Afinal, eles merecem um atendimento digno e de qualidade. Mas como vamos conseguir os recursos para alcançar esse sonho? Construir um Hospital é tão caro, o tratamento do câncer requer equipamentos e estrutura específicos. Tudo parece que vai ser tão difícil…

Entrega de carro rifado para angariar fundos para a construção do Hospital
Entrega de carro rifado para angariar fundos para a construção do Hospital

Ao invés de esmorecerem e desanimarem, o grande desafio só fez alimentar a vontade do Grupo em mudar a triste realidade que conheciam. Como um trabalho de formiguinha, aos poucos, as ideias e ações foram surgindo para conquistar o sonho. Eles se reuniam semanalmente para pensar como agir. Uma rifa? Ah, quem sabe possamos vender camisetas? Que tal fazermos jantares ou algum evento beneficente? Podemos então conversar com alguns empresários, pedir apoio da UFU. Dessas pequenas ideias as ações e as parcerias foram surgindo, sempre contando com um elemento indispensável para que tudo começasse realmente a acontecer: a solidariedade das pessoas.

As reuniões semanais do Grupo eram feitas para traçar as ideias e atividades para construir o Hospital
As reuniões semanais do Grupo eram feitas para traçar as ideias e atividades para construir o Hospital

Era preciso organizar ainda mais as atividades para mostrar para aquelas pessoas que começaram a contribuir que a causa e os membros envolvidos tinham somente um grande objetivo: cuidar melhor de quem lutava contra o câncer. Então, em 1996, o grupo funda o “Grupo Luta Pela Vida”, a ONG que nasceu para promover o tratamento de qualidade e o bem-estar dos pacientes com câncer e construir o Hospital do Câncer em Uberlândia.

Com um projeto cheio de vontade de dar certo para alcançar um bem maior, aos poucos os primeiros resultados começaram a surgir. A venda das camisetas estava dando certo. Nos eventos beneficentes os parceiros surgiam e o público participava. As rifas eram vendidas por toda a cidade. Até que, em contato com a UFU, mostrando a importância do projeto, a Universidade cedeu um terreno para a construção do Hospital. Agora a batalha maior era conseguir os recursos para a construção.

Então as atividades do Grupo se intensificaram, afinal, conseguir o montante para construir o primeiro piso do Hospital ainda era bem alto. Para alavancar o projeto, o Grupo lançou sua primeira campanha na TV, com o tema “Precisamos de Você”, no qual o coral infantil da cidade, juntamente com alguns pacientes mirins cantava a música que convidava a sociedade a fazer parte do sonho de construir o Hospital. Além dos eventos e rifas, a solidariedade da população também se fortaleceu, as empresas e a sociedade ajudavam como podiam. Muitos empresários doaram itens de construção para ajudar na obra, como cimento e areia. Outros contribuíam pelo telemarketing do Grupo com quantias em dinheiro, ou ainda no recebimento da herança da advogada Dóris Marli Ávila, no valor de R$ 400.000,00, quantia expressiva que fez a diferença para obra.

O trabalho do dia a dia, de doações em doações, com a dedicação do Grupo ganhava corpo a cada tijolo que se erguia e se transformava na parede da sala de espera ou do setor de quimioterapia. Parecia inacreditável que toda aquela indignação e vontade de mudar foi tão transformadora e o sonho agora estava realmente se tornado realidade.

Com a ajuda de doações, o Hospital do Câncer em Uberlândia começou a se tornar realidade
Com a ajuda de doações, o Hospital do Câncer em Uberlândia começou a se tornar realidade

Se a pretensão inicial era construir um Hospital um pouco maior do que o espaço que os pacientes tinham na casinha, tudo isso mudou depois que a sociedade abraçou a causa e acreditou junto com o Grupo que era possível mais, que aqueles que lutavam contra o câncer mereciam mais. O projeto então ganhava a estrutura de 10 mil metros quadrados, com 4 pavimentos, nos quais cada um teria um espaço especial para o tratamento da doença, com salas de espera, consultórios de qualidade, espaço para a quimio e radioterapia. Como, desde o início de sua existência, o Grupo sabia que era preciso erguer os sonhos aos poucos, piso por piso, pavimento por pavimento.

Então, em 9 de abril de 2000, todos os esforços, sonhos, lutas, reuniões e esperanças tinham valido a pena. Era dia de festa, era dia de mostrar a todos do Grupo e da sociedade que quando se batalha juntos o resultado vem. Era dia de inauguração do Hospital do Câncer em Uberlândia! Ali, na Av. Amazonas, nº 1995, no Bairro Umuarama, os pacientes iriam desfrutar dos benefícios e do espaço pensando especialmente para eles.

Caminhada na luta contra o câncer: Foto usada para o convite de inauguração do Hospital do Câncer, em 2000, mostra os membros do Grupo Luta Pela Vida
Caminhada na luta contra o câncer: Foto usada para o convite de inauguração do Hospital do Câncer, em 2000, mostra os membros do Grupo Luta Pela Vida

A inauguração foi só o começo para que o Grupo criasse cada vez mais e mais ações para melhorar o Hospital e também dar assistência aos pacientes. Ao longo dos 16 anos de história, o Hospital passou por reformas, construções e compra de equipamentos feitos pelo Grupo, a fim de oferecer um atendimento de ponta e 100% gratuito para Uberlândia e região. Além disso, o Grupo investe no apoio social e no desenvolvimento de ações que auxiliam no bem-estar e qualidade de vida dos pacientes e acompanhantes atendidos no Hospital do Câncer. Todas as ações continuam sendo possíveis unicamente por meio da solidariedade da população e de empresários que contribuem com doações.

Sonho que virou realidade: hoje o Hospital do Câncer em Uberlândia atende 7 mil pacientes de Uberlândia e mais de 80 cidades da região
Sonho que virou realidade: hoje o Hospital do Câncer em Uberlândia atende 7 mil pacientes de Uberlândia e mais de 80 cidades da região
  • Grupo Luta Pela Vida

    Rua Ivaldo Alves do Nascimento, 645
    Bairro Aparecida - Uberlândia-MG
    0800-34-2062

  • Hospital do Câncer em Uberlândia

    Av. Amazonas, s/n - bloco 4A
    Campus Umuarama - UFU
    Fone: (34) 3291-6100