Câncer de Mama: diagnóstico precoce aumenta chance de cura

Compartilhe:

O Câncer de Mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum em mulheres, correspondendo a 22% dos novos casos a cada ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). De acordo com uma pesquisa realizada, em 2012, pelo World Breast Cancer Report, a estimativa é que em 2013, pelo menos 60 mil mulheres a mais que no ano passado sejam diagnosticadas com câncer de mama.

O mastologista do Hospital do Câncer, Juliano Rodrigues da Cunha, afirma que mesmo com o elevado número de casos, se a doença for diagnosticada e tratada oportunamente, o prognóstico é relativamente bom. “Quando diagnosticado precocemente e tratado de maneira correta é possível aumentar as chances de cura em mais de 90% dos casos”, ressalta o especialista.

De acordo com o Inca, no Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Por isso o médico alerta: “é preciso que as medidas preventivas sejam feitas pelas mulheres. Quanto antes diagnosticarmos o câncer mais chances de cura a paciente tem. É um tipo de câncer que depende muito de cuidados do próprio paciente. A mulher, em todas as idades, deve sempre fazer, mensalmente, o autoexame das mamas e após os 40 anos, é preciso fazer a mamografia uma vez ao ano”, finaliza.

Autoexame das mamas

Autoexame Superação

1 comentário em “Câncer de Mama: diagnóstico precoce aumenta chance de cura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *